26 de set de 2011

PESADELO- I

NINO BELLIENY

Sonhou que vivia em um país onde ser escritor era crime. Foi preso em uma cela sem caneta e papel. Para não enlouquecer escrevia na parede com o sangue que os pernilongos deixavam de resto em sua pele. Como castigo lhe deram o meio do pátio. Usou os pés pra escrever poesias. E porque era bonito morrer por uma causa assim, ficou triste quando acordou e viu que era só um sonho.

Nenhum comentário: